Você está em:

Diversos

Os 5 carros com os IPVAs mais caros do País

Enumeramos veículos de luxo que podem ser comprados pelos valores mais absurdos dos IPVAs cobrados no Brasil. Acompanhe a lista abaixo:

 

É difícil compreender o mundo dos multimilionários. Alguns chegam a desembolsar o equivalente a um Audi R8 em relógios e jóias, ou talvez uma molheira decorativa de R$ 40 mil, como já foi mostrado na televisão. Mas quanto mais se gasta para ter algo, maior o valor para manter. Quem tem carro sabe bem como isso funciona.

 

O IPVA é um imposto bem simples de entender. O que determina seu valor é o tipo de combustível e a porcentagem do valor de venal da tabela Fipe. Dessa forma, em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, é cobrado 4% do valor de veículos movidos a gasolina ou flex. Mas alguns modelos são tão caros que o preço pode exceder qualquer perspectiva da racionalidade.

 

Partindo disso, a reportagem do iG Carros revela o valor cobrado pelo IPVA dos modelos mais caros do Brasil no Estado de São Paulo. Vale dizer que estamos considerando apenas veículos de produção em série, ou seja, excluindo modelos exclusivos como o McLaren Senna, ou Ferrari F12. 

 

5 - Rolls Royce Wraith - R$ 144 mil

O Wraith é o quinto veículo de produção mais caro do Brasil. Importado pela Via Itália, o sedã de luxo pode ser adquirido por R$ 3,6 milhões. Neste caso, é necessário incluir os R$ 144 mil que o proprietário terá que desembolsar pelo IPVA, o equivalente a um Volkswagen Jetta GLI novo em folha.

 

O sedã esconde um grande 12 cilindros que entrega a força bruta de 624 cv de potência, além de um torque verdadeiramente "brucutu" de: 81,7 kgfm. O câmbio automático é desenvolvido pela ZF, com oito marchas.

 

 

4 - Ferrari 812 Superfast - R$ 168 mil

O que você faria com R$ 168 mil? Eu compraria um Honda Civic Si 2019, mas algum milionário terá que utilizar a grana para pagar o IPVA de uma Ferrari 812 Superfast no estado de São Paulo. Também vendida no Brasil pela Via Itália, o superesportivo custa R$ 4,2 milhões.

 

Podemos destacar que a 812 é a primeira Ferrari com assistência elétrica de direção no lugar da hidráulica. Seu motor 6.5 com doze cilindros em V entrega a 879 cv de potência, força suficiente para atingir 100 km/h em apenas 2,9 segundos e 340 km/h de velocidade máxima.

 

 

3 - Rolls Royce Cullinan - R$ 176 mil

Nós já falamos que, no mês passado, um milionário tirou o escorpião do bolso e desembolsou a bagatela de R$ 4,4 milhões pelo Rolls Royce Cullinan - o primeiro SUV da marca britânica. Com o imposto do Estado de São Paulo, o IPVA do utilitário e luxo chega a R$ 176 mil - o valor sugerido de um Audi A4 de entrada.

 

Uma breve curiosidade sobre a megalomania do Rolls Royce: seu nome presta homenagem a Thomas Cullinan, dono da mina de diamantes que extraiu uma das maiores peças inteiriças da jóia que se tem registro até os dias de hoje. A marca diz que o Cullinan é a intersecção perfeita entre luxo e bom desempenho no fora de estrada. Seu motor 6.7 biturbo gera 563 cv de potência e 86,7 kgfm de torque.

 

 

2 - Lamborghini Aventador S - R$ 212 mil

Há alguns meses, me apaixonei pela belíssima perua Volvo V60. O modelo parte de R$ 210 mil no Brasil em sua versão única, o mesmo valor que o proprietário de um Lamborghini Aventador S de R$ 5,3 milhões terá que desembolsar pelo IPVA.

 

Cheio de veneno, o superesportivo vem com o maldoso motor V12, de 6.5 litros de cilindrada, capaz de gerar 730 cv e brutais 70,3 kgfm de toque. São números suficientes para acelera de 0 a 100 km/h em 3 segundos e insanos 350 km/h.

 

 

1 - Rolls Royce Phantom - R$ 248 mil

Por fim, o carro mais caro em solo brasileiro. A Via Itália pede R$ 6,2 milhões pelo Phantom, o modelo mais luxuoso da marca britânica no planeta. Com a cotação de 4% do Estado de São Paulo, o IPVA do sedã pode atingir R$ 248 mil. Dá para comprar um Land Rover Discovery, e ainda sobram uns trocados para o seguro.

 

O carro com o IPVA mais caro do Brasil traz um grande propulsor 6.7 V12 de 570 cv de potência e incríveis 91,78 kgfm de torque. Ele é capaz de acelerar de 0 a 100 Km/h em 5,3 segundos, com velocidade máxima de 250 km/h. Entre seus apetrechos e diferenciais, destaque para um mapa 3D do DNA do proprietário que pode compor parte do acabamento.

 

 

fonte: Ig


Comente









Notícias Gerais